Últimos Posts

17 junho 2016

Novidades Literárias! - Nº 14

Olá, leitores!

Mais novidades chegando! Vamos conferir!
Carry On é um spin-off de Fangirl
Simon Snow é um bruxo que estuda numa escola de magia na Inglaterra. Profecias dizem que ele é o Escolhido. Você pode até estar pensando que já conhece uma história parecida. O que você não sabe é que Simon Snow é o pior escolhido que alguém já escolheu. Poderosíssimo, mas desastroso a ponto de não conseguir controlar sequer sua própria varinha, Simon está tendo um ano difícil na Escola de Magia de Watford. Seu mentor o evita, sua namorada termina com ele e uma entidade sinistra ronda por aí usando seu rosto. Para piorar, seu antagonista e colega de quarto, Baz, está desaparecido, provavelmente maquinando algum plano insano a fim de derrotá-lo. ”Carry on” é uma história de fantasma, de amor e de mistério. Tem todos os beijos e diálogos que se pode esperar de uma história de Rainbow Rowell, mas com muito, muito mais monstros.

No final do século XIX, o mundo era bem diferente de como o conhecemos hoje. Os Estados Unidos eram um jovem país em acelerado crescimento após a Guerra Civil, invenções tecnológicas apareciam a todo momento e muitas partes do globo ainda continuavam completamente inexploradas. Entre elas estava o Polo Norte. George Washington De Long, jovem tenente da Marinha americana, ficou obcecado pelo Ártico após retornar de uma viagem de resgate na costa da Groenlândia. Inspirado pela teoria amplamente difundida (embora pouco fundamentada) de que haveria águas quentes e navegáveis no topo do planeta, permitindo talvez a existência de terras e até mesmo civilizações perdidas, De Long traça um plano minucioso para alcançar esse local desconhecido. No mesmo período, James Gordon Bennett Jr., o rico e excêntrico proprietário do New York Herald, em busca de uma história que gere comoção nos leitores, decide patrocinar a expedição de De Long. Com a ajuda financeira do magnata, o navegador encontra e reforma o navio perfeito para a aventura e tem acesso aos mais variados equipamentos, a cartas de navegação e a círculos políticos, conseguindo todo o apoio necessário para a jornada. Enfrentando os terríveis efeitos do frio e da neve, a fome, ferozes ursos polares e labirintos de gelo, a tripulação segue rumo a um destino incerto. Com reviravoltas impressionantes, No reino do gelo é uma fascinante história de heroísmo e determinação num dos locais mais implacáveis do planeta.
Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar. À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera havia pouco tempo. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem. O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré. A vida dos irmãos acaba se entrelaçando à dos excêntricos vizinhos com intensidade e complexidade tão imperativas quanto a fé que os levou ao Loney, e o que acontece a partir daí se torna um fardo que Smith carrega pelo resto da vida, a verdade que ele vai sustentar a qualquer preço. Com personagens ricos e idiossincráticos, um cenário sombrio e a sensação de ameaça constante, Loney é uma leitura perturbadora e impossível de largar, que conquistou crítica e público. Uma história de suspense e horror gótico, ricamente inspirada na criação católica do autor, no folclore e na agressiva paisagem do noroeste inglês.
Aos vinte e quatro anos, Nicolas Duhamel se depara com um segredo perturbador, há décadas mantido a sete chaves por sua família. Perplexo, ele parte em uma cruzada na busca por suas verdadeiras origens, uma empreitada que o inspira a escrever seu primeiro romance, O envelope. Depois de três anos do inesperado e estrondoso sucesso mundial do livro, Nicolas é um autor vaidoso, com muitos fãs, obcecado pela fama e pelas redes sociais a ponto de deixar de lado família e amigos. Contudo, não consegue escrever nem uma linha sequer. Hospedado em um luxuoso resort na costa da Toscana, ele tenta vencer o bloqueio criativo, mas, em vez de paz e de tranquilidade que lhe permitirão criar a outra história, o que Nicolas encontra poderá colocar em jogo todo o seu futuro. Ágil, repleto de camadas e belamente escrito, A outra história é uma reflexão sobre identidade, o processo de ser escritor e a glória e o preço da fama, um retrato de como as decisões de antigas gerações ecoam no presente e moldam o futuro.

“Um livro surpreendente, singular, violento, necessário. O texto de Caparrós tem uma força memorável.” — El Mundo
A Fome é um livro construído a partir de histórias de pessoas que trabalham em condições bastante precárias para mitigá-la, daqueles que usam o alimento como meio de especulação financeira provocando fome em muita gente. Para entendê-la e narrá-la, Martín Caparrós viajou pela Índia, Bangladesh, Níger, Quênia, Sudão, Madagascar, Argentina, Estados Unidos e Espanha. Nestes países, encontrou pessoas que, por diferentes motivos — secas, miséria, guerras, marginalização —, passam fome. A Fome tenta, sobretudo, destrinchar os mecanismos que fazem com que quase um bilhão de pessoas não comam o que precisam. Incômodo e apaixonado, é uma crônica que faz pensar, um ensaio que relata e um panfleto que denuncia a pressão de uma vergonha incessante.


“O fato de eu ter me sentido atraída por você, ter ido a sua casa, ter desejado transar com você, não signi fica que você poderia me violentar. Desejar um homem não é o mesmo que desejar ser estuprada por ele. Você disse que tem ido ao meu bar a m de se desculpar por alguma má impressão que tenha deixado em mim. Você não deixou uma má impressão, Gustavo. Você cometeu um crime. Talvez agora você me pergunte por que eu não te denunciei já que você é um criminoso. Naquela noite, eu dei um nó no meu vestido para disfarçar o rasgo que você fez e me limpei como pude no elevador. Fiquei perambulando pela rua meio tonta, depois entrei num táxi e fui para casa da minha avó. Fui direto para o chuveiro limpar aquilo de mim. Me senti suja, me senti culpada, me senti inferior, me senti até ruim de cama: carreguei por muito tempo acusações que serviam para você, não para mim. Minha falta de experiência me fez acreditar que a culpa era minha, que eu apertei algum botão maldito em você e que talvez sexo fosse aquele horror mesmo. Por isso eu me mantive em silêncio. Mas meu corpo gritava!”


9788576849919.
O testemunho de uma francesa que, levada pelo discurso político, se juntou ao Estado Islâmico junto com seu filho de apenas quatro anos e batalhou para conseguir sair do inferno que encontrou. Nas sombras do Estado Islâmico traz s história real de uma das poucas mulheres ocidentais, que, após se juntar ao grupo extremista, conseguiram voltar para contar a história e alertar as pessoas sobre a realidade da organização.

9788528618457.
1845: O Corvo, de Edgar Allan Poe, alcança os padrões de perfeição literária e está no auge da moda – sucesso com o qual uma poetisa esforçada como Frances Osgood só pode sonhar. Apesar de não ser grande fã dos escritos de Poe, ela vê com entusiasmo a chance de conhecê-lo e, em um sarau literário, fica atraída por sua magnética presença – e pela surpreendente revelação de que ele admira o seu trabalho. Flerte e sedução culminam em um romance proibido. Mas quando a frágil mulher de Edgar insiste em se tornar amiga de Frances, o relacionamento se torna tão ambíguo e tortuoso quanto um dos contos de Poe. Inspirado na vida e na escrita de Poe e Osgood, e baseado em autênticos detalhes históricos, Sra. Poe é uma história de tragédia e perda envolta em uma aura de paixão e vitalidade. Lynn Cullen é autora premiada de livros infantis e do aclamado romance juvenil I Am Rembrandt’s Daughter.

9788528616866.
A obra de Marni Bates é lançamento de julho da Bertrand Brasil e já teve os direitos vendidos para o cinema. No livro, Mackenzie Wellesley é o tipo de aluna em que as pessoas só reparam quando precisam de ajuda com o dever de casa. Isso é, até que ela sem querer mandar um jogador do time da escola escada abaixo com um golpe acidental de sua mochila e faz uma desastrosa tentativa de reanimação por massagem cardíaca. Antes do fim do dia, todo o fiasco vai parar no YouTube. E quando Mackenzie se dá conta das dimensões do acontecido, já é tarde demais: o vídeo do incidente se tornou uma sensação na rede, com mais de 4 milhões de visualizações. Agora, levada por um redemoinho de astros do rock, paparazzi e roupas de grife grátis, Mackenzie precisa descobrir um jeito de conciliar esse caos à sua vida de garota normal. E quando começa a receber até mesmo olhares do cara mais popular do colégio, ela percebe que essa fama pode ser bem interessante…

Eu gostei muito da sinopse de "A Fome" e também de "A outra história", "Loney", "Nas sombras do estado islâmico" e "Eu me possuo". E vocês?


Beijos e boas leituras!

Top Comentarista

16 comentários:

  1. Já estou querendo Carry On *-* Adorei FanGirl e a Rainbow é só amor ♥
    Outros títulos que também me chamaram atenção foi A Fome, A outra história (essa capa ficou uma graça) e Loney. Espero poder ler todos em breve. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris!
      Vergonhosamente confesso que ainda não li nada da Rainbow Rowell e tenho dois livros paradinhos na estante. Céus!
      Adorei suas escolhas, beijos!
      Anna

      Excluir
  2. Também amei a sinopse de Loney, amo as obras da Rainbow e quero muito ler Carry On, até porque ame Fangirl, A outra história está com uma capa maravilhosa e amei a premissa, ótimas novidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Fernanda!
      Preciso urgentemente ler Rainbow Rowell, uma vergonha! Tantas críticas positivas, não é mesmo?
      Boas leituras!
      Anna

      Excluir
  3. Oi, Anna!
    Também gostei da sinopse de Eu me possuo, mas por causa do tema abordado vou esperar ler resenhas dele para saber mais sobre a história antes de adquiri-lo, se você o ler depois posta aqui sua opinião sobre ele...
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Any!
      Fiquei curiosa com a premissa de "Eu me possuo", até a escolha do título é interessante.Espero ler em breve!
      Beijos e boas leituras!
      Anna

      Excluir
  4. Os títulos desses livros são bem convidativos, porém a sinopse de dois livros me chamaram bastante atenção que foi Eu Me Possuo que vai trata de assunto muito bacana e do meu interesse, e o livro A Fome que também tem um tema muito bacana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lana!
      Suas escolhas bateram com as minhas, boas leituras!
      Beijos!
      Anna

      Excluir
  5. Gostei muito da sinopse desse Carry on!
    Ganhei esse livro Loney, de presente no dia dos namorados, espero ler em breve! <3

    ResponderExcluir
  6. Olá anna
    Desses vou me contentar em ter A Fome e talvez Loney..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eva!
      As escolhas são maravilhosas, também gostei destas sinopses!
      Boas leituras, beijos!
      Anna

      Excluir
  7. Quero muitoooo Loney, ameeeei a capa, a edição tá lindona!!!
    Sra Poe e A Outra história também parecem ser bem interessante!
    bjss

    ResponderExcluir
  8. Olá Anna,
    De todos o que mais me chamou atenção para leitura foi Loney. Outos me chamaram atenção para os temas, principalmente A Fome e Nas Sombras do Estado Islâmico...
    E esse "Eu me possuo"??? Gente, que narrativa forte! Não sei se leria. O.o
    Um beijão

    ResponderExcluir
  9. Quero muitooooo ler Loney, está na minha lista de desejados e a capa é maravilhosa, além de ter Jacket, tem algo melhor? Carry On parece ser maravilhoso e com certeza é outro que lerei, amei mutio Fangirl.

    ResponderExcluir
  10. Muito interessantes essas novidades literárias, me interessei pelos livros Carry On e No Reino do Gelo, pelas sinopses, ambos parecem ser muito bons.

    ResponderExcluir

© Árvore dos Contos - 2013 | Desenvolvido por Ateliê Juband | clique aqui para adquirir seu blog personalizado
--------------------------------------------------------------------------------------------