Últimos Posts

11 junho 2013

Minha Mãezinha!

Apesar de toda tristeza que sinto hoje, uma sensação de vazio e estranhamento , quis fazer um post para quem, juntamente com meu pai,  me  incentivou a ter gosto pelos livros  e se tornou minha grande parceira de leitura: Minha Mãe

Uma leitora eclética e apaixonada pelos livros, por toda a vida, que se encerrou nesta última sexta-feira dia 07/06.

Até seus 82 anos, completados em 28/04,  ficava empolgada ao se deparar com uma estante de livros seja em livraria, supermercado, em qualquer lugar. Adorava principalmente quando eu partilhava oralmente com ela, as leituras que eu fazia e sempre dizia: 
Assim que acabar me empresta!
Generosa, sempre emprestou os bons livros que leu, mas muito cuidadosa, encapava seus livros e sempre anotava na última página, seu nome e a data de término da leitura. 

Saíamos juntas todos os sábados para almoçar, junto com minha filha Marianna de 5 anos. Ao nos despedirmos depois do passeio, ela dizia:
Vou descançar um pouquinho e depois vou continar meu livro, não vejo a hora!!!
Ler sempre fez parte de sua vida, em alguns momentos  em ritmo mais acelerado e em outros não, mas presente!
E quando eu contava a ela que fizeram um filme sobre aquele "tal livro"? Ah!!! A empolgação aparecia!

Você já tem????

Dividimos durante vários anos, estas duas paixões: livros e filmes, além da música também.

 Ficará muito difícil quando eu retomar minhas leituras, não ter ela para compartilhar minhas impressões! Talvez ela acompanhe minhas leituras de outra forma...


 Quero dividir com os seguidores do blog este momento e contar a vocês alguns livros que ela leu e se encantou:


Sinopse - Paixão Índia - a Verdadeira História da Princesa de Kapurthala - Javier Moro

Com mais de 300 mil exemplares vendidos somente na Espanha, Paixão Índia encanta os leitores com a história de Anita Delgado, a jovem bailarina andaluza que se transformou em princesa na Índia. Anita era apenas uma bailarina quando um marajá indiano se apaixonou por ela, construiu um palácio e a transformou em princesa, mas não em sua única mulher. Na Índia colonial do início do século XX, Anita e o rajá de Kapurthala viveram uma história de amor que provocou um inevitável choque cultural entre oriente e ocidente, mundos, na época, com costumes completamente diferentes. As outras mulheres do marajá e seus súditos viam em Anita uma ameaça à tradição hindu, o conflito entre os dois lados era inevitável. Apesar de estar cercada de vassalos e luxo, a jovem vivia na mais completa solidão.


Sinopse - A Menina que Roubava Livros - Markus Zusak

A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.



Sinopse - A terceira xícara de chá - A história de um homem que combateu o terror com escolas e livros no Afeganistão e no Paquistão -  Greg Mortenson / David Oliver Relin

Certo dia, em 1993, o alpinista Greg Mortenson vagava perdido e sozinho no alto das montanhas mais inóspitas da Terra, sentindo o corpo e o espírito alquebrados após uma frustrada tentativa de chegar ao pico do K2, a montanha mais difícil de escalar em todo o mundo. Quando os moradores de uma aldeia pobre nas encostas do Himalaia, no Paquistão, o encontraram e curaram suas feridas, Mortenson fez uma promessa a sim mesmo: um dia voltaria para construir uma escola para as crianças daquele lugar. Embora fosse um "sem-teto" que dormia num velho carro em Berkeley, Califórnia, Mortenson vendeu tudo o que tinha para iniciar uma das campanhas humanitárias mais notáveis de nossos dias. Durante 10 anos, ele construiu escolas na região onde nasceu o Talibã e que serve de refúgio para a Al-Qaeda. Foi assim que ele declarou guerra às raízes do terrorismo (pobreza e ignorância), fornecendo uma educação equilibrada e não-extremista. 




Sinopse - Querido John - O que você faria com uma carta que mudasse tudo? - Nicholas Sparks

“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.




Sinopse - O Bandolim de Corelli - Louis de Berniéres

A história se passa na Cefalônia, uma ilha grega voltada para a Itália. Como diz a lenda, Zeus ordenou que duas águias voassem, daí, onde se cruzassem, seria o umbigo do mundo. Esse lugar foi a Grécia, que divide o norte do sul, o leste do oeste. Por conta da sua posição, virou ponto de embate de culturas diferentes e uma parada para todos os exércitos do mundo. A Cefalônia não ficou fora disso, tendo sido invadida, ao longo de sua história, pelos gregos, romanos, venezianos, turcos, ingleses e franceses. Mas, desde 1864, quando foi oficialmente unida à Grécia, viveu um tempo de relativa paz. Seu povo vivia da pesca e morava em vilas que pareciam não ter percebido o tempo passar. Quem não conhecesse a sua história poderia pensar que, com toda a sua beleza natural, tinha sido escolhida para ser o paraíso na terra. Não foi. Lá encontramos, por volta de 1940, Pelagia, uma moça linda e inteligente. Órfã de mãe, foi criada “como um homem” pelo seu pai, o médico prático Dr. Iannis, para ser independente e dona do seu destino. No começo do livro, Pelagia se apaixona por Mandras, um pescador cheio de vida, que sempre anda sorrindo e passa todo o tempo que pode nadando com os golfinhos. Tudo perfeito. Mas daí a Itália invade a Grécia. Mandras, que se acha ignorante e não merecedor da admiração de Pelagia e do Dr. Iannis, se alista para provar o seu valor. Vendo seus amigos morrerem atingidos nas batalhas, de fome ou de frio, Mandras fica cada vez mais desiludido. Pelagia, por sua vez, sem ter respostas para as suas cartas, perde o interesse por Mandras.




Sinopse - A Montanha e o Rio - Da chen

No auge da Revolução Cultural chinesa, Ding Long, um jovem e poderoso general, gera dois filhos. Um deles, legítimo. O outro, nascido de uma jovem camponesa que se atira do alto de uma montanha pouco depois do parto. Tan cresce em Beijing, cercado de luxo, carinho e conforto, ao passo que Shento é criado nas montanhas por um velho curandeiro e sua esposa, até que a morte do casal o leva a um orfanato onde passa a viver sozinho, assustado e faminto. Separados pela distância e pelas condições de vida, Tan e Shento são dois estranhos, que crescem ignorando a existência um do outro. A montanha e o rio narra a saga desses dois irmãos que trilham caminhos distintos, mas cujas vidas se encontram quando se mesclam aos acontecimentos que marcam a história política e social da China no final do século XX.



Sinopse - Para Sempre Alice - Lisa Genova

Aos 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo. E, quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade.








Sinopse - O Luar na Avenida da Fé - Gina B. Nahai

Numa noite repleta de estrelas, Lili, de cinco anos, vê sua mãe, Roxanna, o Anjo, ganhar asas e desaparecer no céu, alheia às regras da gravidade. Roxanna parte sem deixar rastros. Lili parte em busca de sua mãe, encorajada pelos esforços de sua tia Miriam, a Lua. Este é o centro desta história épica e cativante que leva Roxanna - criança que nasceu sem futuro no cruel gueto Judeu de Teerã - através do mundo opulento da aristocracia do Irã até os prostíbulos da Turquia, e mais além, na Los Angeles dos dias atuais. Em jogo estão as esperanças de Roxanna pela felicidade, seu desejo de fugir das amarras da tradição do Velho Mundo e sua esperança de encontrar perdão pelo mais comum dos pecados - o desejo.


E uma de  suas últimas leituras...


Sinopse - A Chave de Sarah - Tatiana de Rosnay

Julia Jarmond é uma jornalista Americana que vive em Paris há 25 anos e é casada com o arrogante e infiel Bertrand Tézac, com quem ela tem uma filha de onze anos. Julia escreve para uma revista americana, e seu editor pede que ela cubra o sexagésimo aniversário da grande concentração no Vélodrome d’Hiver – um estádio no qual dezenas de milhares de judeus ficaram presos antes de serem enviados para Auschwitz.

Ao se aprofundar em sua investigação, Julia constata que o apartamento para o qual ela e o marido planejam se mudar pertenceu aos Starzynski, uma família judia imigrante que fora desapossada pelo governo francês da ocupação, e em seguida comprado pelos avós de Bertrand. Ela resolve descobrir o destino dos ocupantes anteriores. É revelada então a história de Sarah, a única dos Starzynski a sobreviver.

A família de Sarah foi uma das muitas brutalmente arrancadas de casa pela polícia do governo colaboracionista francês. Michel, irmão mais novo garota, se esconde em um armário, e Sarah o tranca lá dentro. Ela fica com a chave, acreditando que em poucas horas estará de volta. Julia é então impelida a retraçar a sofrida jornada de Sarah em busca de liberdade e sobrevivência, dos terríveis dias em campos de concentração aos momentos de tensão na clandestinidade, e por fim seu paradeiro após a guerra. E à medida que a trajetória da garota é revelada, mais segredos são desenterrados.

Ao escrever sobre o passado da França com uma clareza implacável, Tatiana de Rosnay oferece em A Chave de Sarah um contundente retrato da França sob a ocupação nazista, revelando tabus e negações que circundam este doloroso período da História francesa.




O próximo livro que ia começar a leitura é Uma prova do Céu ( já divulgado aqui no blog), tema do qual se interessava bastante, mas não deu tempo. Foi um dos presentes que dei a ela em seu último aniversário. 



Mãezinha, que o Céu de seus pensamentos e reflexões seja tão lindo e perfeito como a senhora sempre acreditou!!! 
Te amo!!!!!!!!!!!!!!!! Hoje e sempre!!!!!! 




Annamaria Lotti


5 comentários:

  1. Olá!
    Td bom?
    Tô com dois sorteios lá no blog, confere:

    Blog Só Sorteando
    Fanpage
    @sosorteando

    Beijo ;***

    ResponderExcluir
  2. Olá! Que linda história de mãe e filha apaixonadas pela leitura! Fiquei emocionada quando mencionou que você compartilhava as leitura com sua mãe e que ela sempre demonstrava suas expectativas quando estava lendo algum livro! Meus sinceros sentimentos! Que Deus console o seu coração e o de sua família! Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras de carinho!!!
      Beijos!!!

      Excluir
  3. Inspirada por vocês duas estou lendo Paixão India! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joyce!
      Ela amava este livro!
      Boa leitura, beijos!!!

      Anna

      Excluir

© Árvore dos Contos - 2013 | Desenvolvido por Ateliê Juband | clique aqui para adquirir seu blog personalizado
--------------------------------------------------------------------------------------------